Obras do aterro sanitário em Jaru seguem em ritmo acelerado; serviço era aguardado há mais de 30 anos

A prefeitura de Jaru trabalha a todo vapor na construção do aterro sanitário municipal.

Nesta semana, as equipes executam a instalação da Geomembrana e drenagem com manilhas específicas para o aterro.

De acordo com o prefeito João Gonçalves Júnior, esse é um sistema usado para impermeabilizar o aterro e evitar impactos ambientais. “O sistema irá reter a decomposição dos resíduos e evitar o contato com o solo”, explicou.

Localizado no km 08 da RO 464, depois de pronto, o aterro irá receber as mais de 20 toneladas de lixo que são produzidas diariamente no município. “Esse é um serviço aguardado há mais de 30 anos, e que irá acabar com o lixão a céu aberto, que além de desumano, oferece sérios riscos para a saúde dos catadores de materiais recicláveis e também para os moradores da região, estamos trabalhando para resolver mais esse problema”, destacou o prefeito João Gonçalves Júnior.

Ainda segundo o prefeito, Jaru é um dos únicos municípios do estado a investir na construção do próprio aterro.

O serviço é executado pela prefeitura em parceria com o Ministério Público, e Associação Amigos de Jaru, através do empresário João Gonçalves Filho.